Notícias

Palestra sobre Planejamento Sucessório e Captação de recursos financeiros

Por: Viviane Becker - 22/11/2017 às 0:00

Rafael Flores Nunes

Crédito: Viviane Becker

Auditório cheio para debater o assunto

Crédito: Viviane Becker

Esses dois assuntos foram temas da reunião, que despertou interesse do público presente na reunião da ACIBa. Bagé é uma cidade onde existe uma grande número de empresas familiares por isso as questões que envolvem o Planejamento Sucessório foi abordada pelo especialista em Direito Tributário, Especialista em Compliance e Direito Penal, Mestrando em Direito Empresarial pela Universidade de Coimbra, Vinícius Ruas Duarte.

A abordagem sobre Captação de Recursos foi objeto da palestra ministrada por Rafael Flores Nunes, que é Bacharel em Administração de Empresas, Especialista em Finanças, investimentos e Banking pela PUCRS e Consultor de empresas. Ambos são sócios da Leme Valorização e Tributos, uma empresa de consultoria tributária e financeira de Porto Alegre, que conecta inovação e técnicas criativas de design para promover diferentes possibilidades de valorização do seu negócio.

Planejamento sucessório

De acordo com Duarte, o planejamento sucessório é a perpetuação da empresa familiar e otimização do patrimônio. Ele explicou que é considerado empresa familiar, a empresa na qual uma só família possui a maioria do capital social, tem controle total, e que os membros da família formam parte da diretoria e toma as decisões mais importantes.

>>> As empresas familiares no Brasil correspondem a 90% dos negócios.

>>> Faturamento é de 65% do PIB e representam 75% da força de trabalho.

>>> A cada 100 empresas familiares no Brasil, 30 chegam a segunda geração, 14 chegam à terceira e cerca de 3 chegam a quarta geração.

>>> Apenas 11% das empresas familiares possuem um processo de sucessão qualificado

Características das empresas familiares:

- Centralização das decisões

- Decisões baseadas na emoção em vez da razão.

- Os problemas da empresa impactam na relação familiar

- Dificuldades em se preparar para resolver conflitos

Principais causas de conflitos

-Falta de comunicação

- Falta de preparo ou interesse do sucessor

- Rivalidades entre os familiares

- Centralização das decisões

- Conflito de gerações

A importância do planejamento estratégico

Duarte acredita que as empresas não perpetuam por ausência de um planejamento estratégico, ausência de um processo de sucessão bem definido. "Importância do planejamento sucessório para empresa é para evitar a descontinuidade do negócio, separação entre os interesses, ajudar a empresa a enfrentar o período de sucessão e preparação do sucessor antes do início da função, além de contornar disputas pela sucessão e segregar o patrimônio", explicou.

Ele ressaltou a importância do planejamento para família. "É possível evitar o processo de inventário, mitigar os custos tributários, proteger o patrimônio familiar além de evitar conflitos sobre herdeiros". Vinicius reforça que a família precisa estar sempre informada sobre a situação financeira do negócio.

Vantagens do holding

Entre as alternativas que facilitariam esse processo está os acordos familiares e a criação dos holding familiares, que é um tipo de organização (uma pessoa jurídica constituída) que visa controlar o patrimônio de uma ou mais pessoas físicas de uma mesma família que possuam bens e participações societárias em seu nome. Em outras palavras, o patrimônio passa a ser administrado por uma sociedade, constituída pelos membros da família. Todas as decisões relacionadas a esse patrimônio são tomadas na forma de deliberações sociais, com a participação da pluralidade dos sócios. Entre as principais vantagens apontadas pelos profissionais está a redução da carga tributária, planejamento sucessório, proteção do patrimônio pessoal, planejamento societário e direcionamento dos bens em vida que permite a mitigação dos riscos decorrentes, além de conflitos familiares. Neste processo é importante definir a escolha dos integrantes da sociedade, otimização do patrimônio familiar, distribuição dos ganhos por meio de lucros e dividendos.

Em síntese, Vinicius conclui que o planejamento sucessório significa planejar empresarialmente a sucessão, planejar a manutenção do patrimônio familiar, a saúde financeira dos seus herdeiros e o legado familiar.

Captação de recursos

Já Nunes falou sobre algumas alternativas pouco conhecidas do público em geral de captação de recursos financeiros, para tornar os negócios mais competitivos.

Entre os problemas apontados estão a escassez de crédito, condicionamento a aquisição de outros produtos, baixa alçada dos gerentes para liberação de crédito e excesso de burocracia.

O especialista aponta novas soluções como mercado financeiro, operações P2P, recursos internacionais, bancos privados de menor porte e investidores.

Para saber se a empresa pode acessar essas novas formas de captação, os sócios da ACIBa podem mandar um e-mail para rafael@lemevt.com com as seguintes informações: faturamento anual, se a empresa possui móveis, carteiras de recebíveis, estoques ou contratos, além do regime tributário dos últimos três balanços patrimoniais, DREs e o faturamento dos últimos 12 meses.

A reunião da entidade contou com a participação de vários empresários que fazem parte deste contexto das empresas familiares. Eles aproveitaram para tirar várias dúvidas sobre esse interessante assunto.